Esquadrão Suicida

Esquadrão Suicida

Após a aparição do Superman, a agente Amanda Waller (Viola Davis) está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos, para combater possíveis ameaças. Para tanto ela cria o projeto do Esquadrão Suicida, onde perigosos vilões encarcerados são obrigados a executar missões a mando do governo. Caso sejam bem-sucedidos, eles têm suas penas abreviadas em 10 anos. Caso contrário, simplesmente morrem. O grupo é autorizado pelo governo após o súbito ataque de Magia (Cara Delevingne), uma das “convocadas” por Amanda, que se volta contra ela. Desta forma, Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), El Diablo (Jay Hernandez) e Amarra (Adam Beach) são convocados para a missão. Paralelamente, o Coringa (Jared Leto) aproveita a oportunidade para tentar resgatar o amor de sua vida: Arlequina.

Elenco

Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Viola Davis, Jai Courtney, Jay Hernandez, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Ike Barinholtz, Scott Eastwood, Cara Delevingne, Karen Fukuhara, Adam Beach, Ben Affleck, Jim Parrack, Alex Meraz, David Harbour e mais.

Dados técnicos

Título original: Suicide Squad

  • Data de lançamento: 04 de agosto de 2016 (Brasil)
  • Direção: David Ayer
  • Roteiro: David Ayer
  • Gênero: Ação e Fantasia
  • País: EUA
  • Duração: 130 min
  • Classificação: 12 Anos
  • Orçamento: $175 milhões

Personagens em destaque: Coringa Jared Leto, Pistoleiro Will Smith, Arlequina Margot Robbie, Magia Cara Delevingne, Bumerangue Jai Courtney, Rick Flag Joel Kinnaman, Amanda Waller Viola Davis, Crocodilo Adewale Akinnuoye-Agbaje, Diablo Jay Hernandez, Tatsu Yamashiro / Katana Karen Fukuhara, Amarra Adam Beach e Nanaue / King Shark Ray Olubowale.

Roteiro

Nos encontramos no mundo pós Batman vs Superman e ainda abalado pela morte do Superman, o que leva a agente do governo Amanda Waller (Viola Davis) a apresentar um radical projeto para segurança nacional. Reunir uma força tarefa com alguns vilões.

Começo com o problema de que se tirando a Arlequina, Pistoleiro e Waller não temos interesse nos outros personagens. Se nota o destaque para os mesmos, deixando os demais com a sensação que se algum deles morrer, tudo bem.

O roteiro não tem muita profundidade, se deixando estar em cima do muro entre os fãs que queriam detalhes mais específicos e espectadores que vão assistir por causa dos atores.

Interpretação

Se eu falar de cada um, ficará muito extenso. Entretanto, não será preciso discriminar, pois todos estavam muito bem em seus respectivos papéis e responsabilidades. Apesar da expectativa de se ter mais cenas com o Coringa, o mesmo conseguiu mostrar para o que veio. Agora, só resta implorar para se ter mais um filme com o Coringa e a Arlequina.

Margot, com toda a certeza, comandou o show. Conseguindo estar bem presente em todos os momentos do longa, sendo na parte de história, piadas, ação e reflexão.

Quem teve oportunidade de apresentar bem o seu personagem foi o Will Smith. Mostrando grandes habilidades na parte de ação e o carisma que nos faz gostar do seu personagem.

Fotografia

Fiquei um pouco desapontando com o Roman Vasyanov. O mesmo tinha muitos personagens com constrastes únicos e junto com os cenários, isso não foi tão explorado. Isso fi mais explorado nas artes conceituais de divulgação do filme, do que no mesmo. Na minha humilde opinião, tinham que ter tido uma consultoria do Robert Yeoman, que mandou muito bem em Caça-fantasmas (2016).

Trilha sonora

Steven Price, ganhou o Oscar de melhor trilha sonora original pelo filme Gravidade (2013). Então, já se era de esperar coisa boa. E temos uma trilha sonora fantástica que vai de Panic! at the Disco a Lil Wayne, Wiz Khalifa & Imagine Dragons.

  • Purple Lamborghini (Skrillex)
  • Sucker For Pain (with Logic, Ty Dolla $ign & X Ambassadors) (Lil Wayne, Wiz Khalifa & Imagine Dragons)
  • Heathens (Twenty One Pilots)
  • Standing In The Rain (Action Bronson, Mark Ronson & Dan Auerbach “of The Black Keys”)
  • Gangsta (Kehlani)
  • Know Better (Kevin Gates)
  • You Don’t Own Me (feat. G-Eazy) (Grace)
  • Without Me (Eminem)
  • Wreak Havoc (Skylar Grey)
  • Medieval Warfare (Grimes)
  • Bohemian Rhapsody (Panic! at the Disco)
  • Slippin’ Into Darkness (War)
  • Fortunate Son (Creedence Clearwater Revival)
  • I Started a Joke (feat. Becky Hanson) (ConfidentialMX)

Edição

Será tem motivo para eu ficar irritado com o John Gilroy ? É complicado julgar os motivos que levaram a cortar tantas cenas com o Coringa. Sendo sensato com relação a história, faz todo o sentido o Coringa ficar apenas em uma subtrama. Fico preocupado com esse apoio da versão estendida e o pessoal pensando só em um produto para o cinema, deixando a fidelidade para um momento posterior. Pegar 4h e compactar em 2h é complicado. Por isso, vou deixar o Gilroy no banco da dúvida.

Ficou meio vago se o Coringa, só está presente no filme por causa da Arlequina ou tem alguma relaçao com o esquadrão. Quanto a essa dúvida, parte de quem não acompanha as HQ’s. Quem acompanha, sabe que ele não faz parte e o filme mais sentido. Como o elenco mesmo já falou em entrevistas, é para os fãs. Infelizmente, muitas expectativas foram criadas em cima do Coringa.

Direção

David Ayer, pecou nas cenas de ação que não empolgam. Basicamente temos uma apresentação dos personagens. Acredito que foi depositada toda a confiança nos atores, que deram um show. Já que Ayer, ficou responsável pela direção e roteiro, só posso dizer que se não fossem os atores e os personagens, não teríamos nada. Houve um grande apelo nos momentos finais para o CGI e sem muitas cenas marcantes. Se tem a impressão que o diretor teve receio de arriscar com muitas estrelas em cena.

Entretenimento

Não tem muito que se falar nesse quesito. Muitos atores conhecidos e filme de super-heróis. Para quem gosta do segmento é um prato cheio. Jared Leto, Margot Robbie e Will Smith estão imperdíveis.

Curiosidades

  • A grande maioria do elenco e da equipe do filme tatuou “SKWAD” em homenagem ao filme. Will Smith inclusive.
  • Jared Leto se recusava a “sair do personagem” mesmo quando não estava gravando e presenteou seus colegas de elenco com coisas macabras como com um rato e balas de revólver.
  • Tom Hardy estava originalmente escalado para viver Rick Flag, mas um conflito de agenda o fez preferir desistir do filme para rodar O Regresso, pelo qual acabou recebendo sua 1ª indicação ao Oscar.
  • Para se preparar para viver o pistoleiro, Will Smith fez treinamento com o seals, que compõem a principal divisão de elite da Marinha americana.
  • A Warner queria um astro para interpretar o Pistoleiro e Brad Pitt, Matthew McConaughey, Idris Elba e Keanu Reeves foram sondados para o papel antes da proposta feita a Will Smith.
  • Com a sua participação em Esquadrão Suicida, Ben Affleck se torna o primeiro ator a viver o Batman em dois filmes dirigidos por diretores diferentes e, também, em dois filmes lançados no mesmo ano.

Conclusão

Estava contando os minutos para esse longa. 1 ano de muita espera, desde o começo das gravações. Já acompanho a um tempo o trabalho do Jared Leto como ator, cantor e produtor. E ainda mais com o personagem Coringa, se criou uma expectativa muito grande. De acordo com a fidelidade da história, estou ciente que o filme teve bons motivos para deixá-lo um pouco de lado. Will Smith e principalmente a Margot Robbie, deram um show. 130 min que passaram muito rápido. Então, só posso dizer que valeu muito a pena. Implorando para filmes posteriores com esse trio. :)

(Bônus) Infográfico

Fonte: NetCombo

Infográfico

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.