Jason Bourne

Jason Bourne

Jason Bourne (Matt Damon) fica nas sombras como lutator de rua. Nicky Parsons (Julia Stiles), o procura oferecendo novas informações sobre seu passado. Inicialmente resistente, ele acaba voltando aos EUA para continuar a investigação e entra na mira do ex-chefe Robert Dewey (Tommy Lee Jones), que teme mais um vazamento de dados. Dentro na CIA, no entanto, a novata Heather Lee (Alicia Vikander) acredita que tentar recrutar Bourne para a agência seja a melhor solução.

Elenco

Matt Damon, Tommy Lee Jones, Alicia Vikander, Vincent Cassel, Julia Stiles, Riz Ahmed, Ato Essandoh, Scott Shepherd, Neve Gachev, Bill Camp, Stephen Kunken e mais.

Dados técnicos

Título original: Jason Bourne

Personagens em destaque: Jason Bourne Matt Damon, Heather Lee Alicia Vikander, Diretor da CIA Robert Dewey Tommy Lee Jones e Nicky Parsons Julia Stiles.

Roteiro

Jason Charles Bourne é o protagonista de uma série de livros escritos por Robert Ludlum. Ele apareceu pela primeira vez no livro The Bourne Identity (1980), que foi adaptado para a televisão em 1988, interpretado por Richard Chamberlain. O mesmo livro foi adaptado em 2002, para o filme de mesmo nome, mas com a interpretação de Matt Damon.

O personagem já apareceu em outros nove romances (os últimos sete foram escritos por Eric Van Lustbader), com o mais recente publicado em 2012.

No cinema tivemos A identidade Bourne(2002), A Supremacia Bourne(2004) e O Ultimato Bourne(2007), com Damon no papel principal. Jeremy Renner estrela o quarto filme da franquia, O legado Bourne(2012). Damon declarou em entrevistas que não faria outro filme de Bourne sem Paul Greengrass, que dirigiu o segundo e o terceiro filmes.

Sendo assim, agora temos o quinto filme da franquia com Matt Damon e dirigido por Paul Greengrass.

Interpretação

As atuações são bem tranquilas e é sempre bom ver Tommy Lee Jones, trabalhando. Damon, mantém o ar sereno e perdido de Bourne, com um toque mais sem esperanças que desaparece no final do longa. Assim, fazendo um belo trabalho de transição entre retorno e um novo capítulo do personagem.

Fotografia

Barry Ackroyd, tem muito trabalho no jogo de câmeras proposto pelo diretor, que torna irrelevante algumas cenas para tentar criar um clima de tensão.

Trilha sonora

John Powell e David Buckley, mantém um grande nível dos filmes anteriores.

Edição

Christopher Rouse que é o fiel editor de Paul Greengrass, deixa o longa com muitas cenas de perseguição, tiroteios e passagens com Bourne tendo que se virar com os objetos em sua volta.

Direção

Paul Greengrass, tem como marca registrada o uso de câmera tremida na mão, com a intenção de passar um maior realismo nas cenas.

O filme era necessário para que as pessoas que amaram os outros três tivessem a sensação de rever um amigo perdido há muito tempo. Ao mesmo tempo, deveria representar também um novo capítulo […]. Uma vez que decidi voltar, pensei que poderia tentar, com sutileza e elegância, devolver o bastão à Universal com possibilidades e personagens capazes de levar a coisa adiante. É o caso da personagem de Alicia e também do de Riz Ahmed. O Ultimato e A Supremacia Bourne são filmes de meados de 1990, início de 2000. O mundo está muito diferente e o público já tem outra visão. Quis criar personagens novos criados neste mundo e, com sorte, alguém vai ‘adotá-los’. Tenho certeza que sim. Apontar o futuro estava na minha mente e foi uma parte importante da minha missão criativa.

Entretenimento

Tenho que ser sincero em dizer que não acompanhei ansiosamente a série Bourne. O último filme da franquia se mantém no nível dos primeiros, fazendo ser uma série interessante por manter um padrão, onde avaliamos a série.

Acredito que seja um filme para quem tem intimidade com os anteriores, senão será um filme genérico de ação. Não fica na primeira posição da lista de filmes excelentes da semana, mas também não decepciona.

Curiosidades

  • Existe apenas uma fotografia do personagem sorrindo ao lado de Marie, que pode ser vista em “A Supremacia Bourne”.
  • O personagem principal quase foi interpretado por Brad Pitt, mas o ator recusou o papel para trabalhar em “Jogo de Espiões”(2001).
  • Para dar aos filmes a aparência de um documentário, o diretor Paul Greengrass usou câmeras de mão e optou por uma paleta de cores suaves. Ele também fez questão de evitar a computação gráfica e todas as façanhas mostradas em seus filmes foram atingidas na prática.
  • Jeremy Renner vai reprisar seu papel de “O Legado Bourne” em novo filme previsto para 2018.
  • O Ultimato Bourne foi o único filme da franquia a ser indicado ao Oscar. A produção ganhou o prêmio nas categorias de melhor edição, melhor edição de som e melhor mixagem de som.
  • Todos os filmes da franquia terminam ao som de Extreme Ways de Moby.

Conclusão

Faz bonito no retorno/novo capítulo e dá um novo gás para a série, não criando a impressão que esse e os próximos serão arrastados.

Classifico ele como neutro, que não é um filme que te faz ir correndo para o cinema, mas também não te faz achar que foi perda de tempo. Seria um 007, sem exageros e um Missão impossível sem muita adrenalina.

O que mais chamou a atenção foi a sequência de perseguição e destruição de carros. Foi um ponto muito marcante do longa.

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.