O escaravelho do diabo

O escaravelho do diabo

Em uma pequena cidade chamada Vale das Flores, crimes envolvendo apenas vítimas ruivas, são um mistério para a polícia. Após o assinato de Hugo Maltese (Cirillo Luna), o seu irmão mais novo Alberto Maltese (Thiago Rossetti), sai em busca de pistas para encontrar o assassino. O delegado Pimentel (Marcos Caruso) e o garoto, descobrem que antes das vítimas seram assassinadas, recebem uma caixa com um escaravelho.

Com Thiago Rosseti, Bruna Cavalieri, Marcos Caruso, Jonas Bloch, Lourenço Mutarelli, Augusto Madeira, Celso Frateschi, Thogun Teixeira e mais.

Título original: O escaravelho do diabo

Personagens em destaque: Alberto Maltese Thiago Rosseti, Delegado Rubens Pimentel Marcos Caruso, Padre Paulo Alfonso Jonas Bloch e Raquel Bruna Cavalieri.

O longa é baseado no livro escrito por Lúcia Machado de Almeida. Ainda não li o livro, então a opinião será direcionada apenas ao filme.

Como o livro, o longa está direcionado ao público infato-juvenil. O foco fica em seu protagonista e o suspense é bem construído.

A história tem muitos elementos interessantes, como o Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA) diagnosticado no protagonista, o bullying sofrido na infância pelo assassino, a doença degenerativa do delegado e mais alguns pontos em segundo plano.

Durante o longa, você se surpreende pela história e fica contente pelo cinema nacional. A atuação de Marcos Caruso, como sempre muito boa. Quanto ao ator mirim Thiago Rosseti, não sei se foi a atuação ou poderia ser melhor trabalho pela direção. Nesses casos, é um pouco difícil avaliar. Como o ator que aparece, poderíamos apenas falar de sua atuação, mas também tenho que chamar a atenção para alguns momentos longos e bruscos. Vou ficar com essa dúvida na cabeça, até um próximo trabalho do ator.

Como já dei uma prévia, a parte preocupante do filme é o ritmo. O desfecho muito rápido, dá a impressão que tudo foi bem planejado, mas na edição por falta de orçamento, teve que abrir mãos de algumas cenas para não ultrapassar o tempo definido para o filme.

O ambiente e a ideia do filme, seguiu bem a ideia original. Pois, é voltado para o público infanto-juvenil, então permanece em um ritmo mais lento, seguindo o decorrer normal do dia de um garoto. Se fosse mais direcionado ao público adulto, o foco seria mais no núcleo policial, com mais ação e violência.

Conclusão

O filme traz um bom suspense, nos levando para o ambiente de uma cidade pequena. Nos mantém atentos para resolver o mistérios e toca em bons pontos para reflexão, como DDA, bullying, doença degenerativa e mais.

Só o ritmo que preocupa um pouco, mas na soma total é um bom filme de suspense.

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.