Os Vingadores - Guerra Infinita

Os Vingadores - Guerra Infinita

Thanos (Josh Brolin) enfim chega à Terra, disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrentá-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que lidam com desavenças entre alguns de seus integrantes.

Elenco

Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Benedict Cumberbatch, Don Cheadle, Tom Holland, Chadwick Boseman, Paul Bettany, Elizabeth Olsen, Anthony Mackie, Sebastian Stan, Danai Gurira, Letitia Wright, Dave Bautista, Zoe Saldana, Josh Brolin, Chris Pratt e mais.

Dados técnicos

Título original: Avengers: Infinity War

Personagens em destaque: Tony Stark / Homem de Ferro Robert Downey Jr., Thor Chris Hemsworth, Bruce Banner / Hulk Mark Ruffalo, Steve Rogers / Capitão América Chris Evans, Natasha Romanoff / Viúva Negra Scarlett Johansson, Stephen Strange / Dr. Estranho Benedict Cumberbatch, Peter Parker / Homem-Aranha Tom Holland, T’Challa / Pantera Negra Chadwick Boseman , Gamora Zoe Saldana, Visão Paul Bettany, Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate Elizabeth Olsen e Thanos Josh Brolin.

Cronologia

Antes de qualquer coisa, para você que não está imerso no mundo da Marvel, abaixo a cronologia até esse filme para que você possa ver e preencher as lacunas.

Cronologia Vingadores

Roteiro

Cumprindo a promessa de Nick Fury, feita a 10 anos atrás de uma maneira que era quase inimaginável na época. Os Vingadores não apenas juntou os heróis mais poderosos da Terra, como também reuniu os Guardiões da Galáxia, Doutor Estranho, Homem-Aranha, Pantera Negra e Thanos (que agora devem ser classificado entre os melhores vilões do universo Marvel ao lado de Loki e Killmonger). Esse fato, que ao mesmo tempo é divertido e emocionante, talvez seja algo que nem o próprio Fury poderia esperar.

O grande vilão Thanos, comanda talvez o arco mais forte do filme. Se não pudermos ter empatia com seu raciocínio por querer eliminar metade dos habitantes do universo, as apostas mais altas já feitas pelos Vingadores, que são efetivamente estabelecidos ao longo do filme, podemos pelo menos entender sua perspectiva e acreditar em sua dor quando ele precisa fazer verdadeiros sacrifícios para alcançar seu objetivo final.

Gamora e a Nebulosa, desempenham um papel maior neste filme do que se poderia esperar. Que a história de origem de Gamora e Thanos tenha um papel tão proeminente em um filme chamado Os Vingadores é uma surpresa. Podemoe ver o que Gamora suportou quando criança é um momento bastante notável.

Também é incrível como as várias peças do Universo Marvel se encaixam perfeitamente, seja os Guardiões que se encontram no espaço, reunindo os Vingadores, o Homem de Ferro brigando com o Doutor Estranho ou Bruce Banner incrivelmente falando sobre tudo que ele perdeu na Terra, enquanto ele estava fora.

Enquanto temos a reunião de todos os personagens apresentados até hoje, também é ousado o suficiente para introduzir novos rostos. Os Filhos de Thanos (seus quatro capangas, também conhecidos como a Ordem Negra nos quadrinhos).

Usando a força de seu vilão poderoso e interessante para definir as apostas mais altas do que nunca, o filme reúne com sucesso os últimos 10 anos de filmes da Marvel em um coquetel de heróis. O fato de conseguir dar a quase todos os membros de seu elenco um momento para brilhar é o seu maior feito.

Interpretação

Grandes estrelas como super heróis, elenco gigantesco, muita ação e muito CGI, fica difícil olhar para a atuação de cada pesonagem. Mas esse filme consegue dar importância para algumas atuações que acabando ficando em segundo plano. E tiveram muito destaque no enredo do filme.

E o destaque fica por conta de Zoe Saldana e Elizabeth Olsen, que deram um show trazendo boas atuações nos momentos dramáticos. E também vale lembrar da maturidade do personagem de Chris Hemsworth, que vem aumentando com o decorrer dos anos.

Direção

Dada a grande escala em que os Russos estão trabalhando, recorrer ao típico jogo de colecionar pedras preciosas parece ser decepcionantemente básico, mas há um problema maior com Thanos. Ele é duas vezes maior que um ser humano e os efeitos em Brolin frustram sua autoridade usual como ator. Sendo visto como um Ogro, trazido do World of Warcraft. Há um grande trabalho para se ter profundidade nas cenas da subtrama envolvendo sua filha adotiva Gamora.

Os Russos ficam em um terreno mais firme, colocando seus mocinhos uns contra os outros, por uma questão de comédia ou atrito, do que empurrando qualquer um contra Thanos.

De fato, com o tamanho do elenco é difícil manter o controle de todos, mas os diretores continuamente vão e voltam entre os enredos da trama e os conjuntos para que nunca fiquemos com ninguém por muito tempo, embora haja momentos em que você volte a uma cena apenas para perceber que você estava tão investido na anterior que está desapontado por seguir em frente. Parece um pouco com o canal surfando entre três ou quatro filmes da Marvel de uma vez, mas quando eles são tão bons quanto eles, quem pode reclamar? Seria bom ter passado mais tempo em determinados locais ou com determinados personagens, mas em um filme tão grande, é impressionante termos tempo suficiente com qualquer um.

Curiosidades

  • Os irmãos Joe e Anthony Russo consultaram todos os diretores anteriores da Marvel Studios para que pudessem representar os personagens da forma mais fiel possível.
  • O filme foi inteiramente gravado com câmeras IMAX, tornando-se um dos primeiros ficcionais a serem completamente exibidos neste formato.
  • Joe Russo e Anthony Russo, de Capitão América 2: O Soldado Invernal e Capitão América: Guerra Civil (2016), assumiram a direção do longa-metragem após a saída de Joss Whedon (de Os Vingadores e Vingadores: Era de Ultron).
  • Tom Holland não teve permissão para ler o roteiro de Vingadores 3 por não conseguir guardar segredos, já que o ator revelou informações de Homem-Aranha: De Volta ao Lar.
  • O longa foi lançado em 2018, ano em que o Universo Cinematográfico Marvel completa 10 anos.
  • A segurança para as gravações dentro da Catedral de Durham, na Inglaterra, foi tão rígida que nem mesmo os guardas da própria catedral tiveram acesso à área das filmagens.

Conclusão

A coisa mais emocionante sobre o filme, no entanto, é que alguém finalmente colocou um evento em quadrinhos na tela. Embora muitas vezes ridicularizado como superficial e fácil, as melhores histórias de eventos funcionam porque você se preocupa com quem consegue sair delas e está preocupado com o que elas podem perder ao longo do caminho, mesmo sabendo que elas vencerão. Como um evento em quadrinhos, Os Vingadores: Guerra Infinita é épico pelo escopo e ambição. Isso vai deixá-lo simultaneamente sem fôlego e emocionalmente devastado, e quando você se recompor, você vai querer fazer tudo de novo.

Grande produção que deve ser vista. Que venha a parte 2.

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.