Vizinhos 2

Vizinhos 2

Mac(Seth Rogen) e Kelly Radner(Rose Byrne) decidem vender a casa e mudar-se para o subúrbio. Entretanto, uma irmandade, alugam a casa ao lado. Liderada por Shelby(Chloë Grace Moretz), as meninas do Kappa Nu pretendem mostrar que sabem fazer uma festa bem melhor que os meninos. A fim de que a paz na vizinhança seja restaurada e a venda de sua casa concretizada, Mac e Kelly convocam sua arma secreta: Teddy(Zac Efron).

Com Seth Rogen, Zac Efron, Rose Byrne, Chloë Grace Moretz, Ike Barinholtz, Carla Gallo, Kiersey Clemons, Beanie Feldstein, Dave Franco, Christopher Mintz-Plasse, Jerrod Carmichael, Selena Gomez, Lisa Kudrow, [Hannibal Buress](https://www.google.com.br/search?q=Hannibal+Buress, Brian Huskey, Kelsey Grammer e mais.

Título original: Neighbors 2: Sorority Rising

Personagens em destaque: Mac Radner Seth Rogen, Teddy Sanders Zac Efron, Kelly Radner Rose Byrne e Shelby Chloë Grace Moretz.

E a guerra com os vizinhos, ganha uma continuação. O primeiro filme da franquia foi lançado em 19 de junho de 2014, aqui no Brasil. Com um orçamento de $18 milhões, obteve uma arrecadação de $270.7 milhões. Então, pelos números, é vantajoso se ter mais um filme na franquia.

Ter uma continuação que seja ou pareça ser melhor que o seu antecessor, é difícil de se ver. Mas conseguimos ver que esse longa, consegue superar o primeiro.

No seu antecessor, temos o mesmo diretor Nicholas Stoller, que já dirigiu outras comédias como: Ressaca de Amor(2008), O Pior Trabalho do Mundo(2010), Cinco Anos de Noivado(2012).

E no roteiro tínhamos Andrew e Brendan, que também assinaram esse roteiro. Mas dessa vez, com mais outras assinaturas, incluíndo o próprio diretor, o Seth Rogen e o roteirista Evan Goldberg, que já tem uma longa parceria com Seth nos roteiros, em filmes como: Superbad - É Hoje(2007), Segurando as Pontas(2008), O Besouro Verde(2011), Vizinhos Imediatos de 3º Grau(2012), É o Fim(2013) e A Entrevista(2014).

O filme segue a linha Besteirol, que já podemos conferir no primeiro da franquia, mas também levanta questões quanto ao tema sexismo.

É um longa que divide opiniões, mas para mim, cumpriu o seu papel. Tendo mais momentos e elementos para dar mais gargalhadas que em seu antecessor. O seu papel é entreter, fazer o público rir e como brinde coloca uma questão que envolve um caso que está sendo muito debatido nas redes sociais, nos últimos dias.

Acredito que teve uma dosagem tranquila sobre a questão do sexismo, não sendo um besteirol que tem um apelo para o machismo. O foco do longa ficou mais na irmandade, não sendo tão centralizado no casal e contando também com uma subtrama com o personagem do Zac Efron.

Apesar do longa seguir uma linha usando brinquedos sexuais, drogas e álcool, como acessórios para as piadas, consegue manter um certo limite. Não sendo uma coisa totalmente forçada e preguiçosa.

Conclusão

Temos uma comédia com a classificação de 16 anos que cumpre o seu papel. Despertando várias gargalhadas no público do cinema e mantendo um ritmo que não se percebe a passagem dos 92 minutos do longa. Estando aberto para o humor proposto do filme, essa será a sensação. Se tiver algo contra a esse tipo de humor, serão minutos longos. Quanto a uma análise crítica, vamos lembrar que é uma comédia. Você não foi ver a A Lista de Schindler(1993), ou algum filme desse segmento.

Mesmo assim, ele consegue manter uma linha limite entre um humor menos “familiar” e um apelativo. Então, não é uma ótima comédia e nem ruim. Sendo uma boa comédia, que dispara piadas a todo momento, fazendo você relaxar em um final de semana.

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.