Meu eterno talvez

Meu eterno talvez

A famosa chef Sasha e o músico Marcus se reencontram depois de 15 anos. A atração ainda existe, mas não vai ser fácil para eles se adaptarem à vida um do outro.

Dados técnicos

Título original: Always Be My Maybe

Elenco

Opinião

Tenho que assumir que tinha preconceito sobre esse filme. Achava que era mais uma comédia romântica, sem nenhuma novidade. Tenho o mesmo preconceito com os filmes de terror.

Ao descobrir que Keanu Reeves, estava no longa da Netflix, foi despertado o meu interesse.

No decorrer do filme, o mesmo foi se mostrando interessante. Não fica na mesma de se ter problemas, se juntam e são felizes para sempre. É claro que esse é o fim das comédias românticas, mas como já mencionei em opiniões anteriores, sempre gosto do pós fim.

O filme começa com uma história inusitada, mas mostra os laços dos personagens principais. Aos poucos o enredo se torna interessante, tendo as suas pitadas de comédia que se encaixam muito bem.

O que achei interessante, foi a participação despretensiosa de Keanu Reeves, e teve sentido para a história. Inclusive rende uma letra de música nas cenas de créditos. Então não foi apenas jogado. Após os acontecimentos com o casal e Reeves, começa o que eu gosto que é o pós fim.

Pefiro mais 2 partipações de Reeves, desta forma em outros filmes, ao invés dos longas Knock Knock “Bata antes de entrar” e Réplicas “Cópias”. :)

Ali e Randall, tem química tanto na comédia, como em romance. O enredo mistura comédia, romance e momentos de reflexão. Nos traz mais que uma história superficial de romance. E como acontece com o personagem Marcus, se busca rever as suas atitudes e receios. O mesmo acontece com a personagem Sasha.

E o que também acrescentou interesse na história, foi estarem atualizados com o cenário atual de restaurantes. Fazendo a ligação de restaurantes com inovações para clientes ricos e a culinárina raiz asiática, com direito a homenagem a mãe do personagem Marcus.

Acredito que o filme foi lançado no lugar certo, é um bom filme para se ver na Netflix. Domingão, estando de casal ou não, liga a TV e assiste um filme que não tem muita pretensão, mas tem uma boa história, bons personagens e tem 100 minutos que valem a pena.

Relacionados

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.