Garota Dourada

Garota Dourada

Um surfista, recém separado, viaja com um amigo para uma ilha paradisíaca onde conhece uma garota de hábitos liberais que pode ser o amor de sua vida.

Dados técnicos

Título original: Garota Dourada

Elenco

Opinião

Vejam só, o longa Menino do Rio, teve uma sequência. Ao assistir esse filme, o que parecia uma falha também no primeiro longa, se tornou uma coisa boa.

Os 2 filmes juntos, tem elementos mais que suficientes para inúmeros caminhos possíveis. Ao assistir 25 anos após a produção, dá uma leve tristeza ao ver que não teve mais sequências e não foi explorado mais essa história. Aí, lembro de Armação Ilimitada e fico mais tranquilo que investiram mais um pouco, no estilo.

Quando cito que uma falha se tornou algo bom, me refiro a montagem da estrutura para o filme, sem perda de tempo. Temos o personagem do Betinho, que seria o “vilão” da trama. O filme tem 105 minutos, mas se demorou 5 minutos entre o personagem brigar com o protagonista e ficar de bem com ele, foi muito. Nos 2 filmes, se teve muitas situações desse tipo. Por isso, que citei no último artigo, que seriam resumos de uma novela.

Com isso, temos uma trama superficial, mas por outro lado, temos a apresentação de elementos que poderíam evoluir em algumas sequências. A sensação não é de um vazio de história, mas de que se tem muita coisa que merece ser melhor explorada. Sendo necessário até virar uma série.

Nesse filme, me decepcionou bastante a voz do personagem Shangri-la. Colocaram um efeito eletrônico que devia ser novidade na época, mas só estragou. Era para ser uma coisa filosófica, mas destoa muito e só atrapalha.

Na trama, o Menino do Rio teve uma filha com a Patrícia, que teve destaque no primeiro longa e só faz uma participação neste. O que é algo muito bacana, dar a visão de continuação e não simplesmente ter uma história totalmente isolada.

Também não posso deixar de falar, que foi interessante ver o Sérgio Mallandro nos 2 filmes. O longa tem suas falhas de atuação e continuidade dos acontecimentos, mas se vê que todos estão no mesmo nível. Se tem intérpretes que hoje são consagrados e outros em que a carreira foram de ladeira abaixo. Sendo que ainda temos que lembrar, que se tem muita coisa envolvida. Vamos deixar o mito em que um intérprete bom, faz sucesso com 1 segundo de atuação.

Não sei o porquê, mas a história desse filme, se passou mais rápido. Talvez seja uma coisa natural por ser uma sequência e já conhecer o contexto e personagens.

No final da exibição dos 2 filmes, estou ciente que se tem muitas falhas ténicas, mas isso fica em segundo plano. Acredito que os atores que participaram tem orgulho de ter registrado essa época das suas vidas. Acredito que só tem vergonha do passado, quem não evoluiu. No quadro geral, no mínimo essa franquia traz um astral leve e tranquilo para quem assiste aos filmes.

Faz um excelente trabalho nos dias de hoje, ao nos permitir ver registrado o começo de muitos atores, ouvir uma boa trilha sonora e valorizar as belezas naturais que temos no Brasil.

Deixo registrado aqui, essa franquia que marcou época.

Ao fechar este aviso ou continuar navegando no site Nerd Calistênico, você aceita o uso de cookies.

Este site usa cookies para assegurar a melhor experiência para os nossos usuários. Consulte nossa política de privacidade.

Uma nova versão está disponível. Clique aqui para atualizar.